Ligue ou Whatsapp (11) 98132-0523
Home | Comida divertida | Wei Li produz picolés em formatos de bactérias e cactus

Wei Li produz picolés em formatos de bactérias e cactus

Todos estamos acostumados com o formato convencional de picolés; uns mais grossos, outros em formato de palito, mas não variam muito disso. Por isso, o designer Wei Li resolveu desafiar nossa capacidade de comer picolés quando eles são a representação do estranho: podem ser na forma de bactéricas, vírus do HIV, cactus com espinhos, entre outros.

Wei Li

Picolé com formato de cacto, vírus e bactéria

O que queria o autor com isso? Wei Li descreve os “picolés perigosos” como uma coleção de formas estranhas de picolés, inspirada por vírus ou espécies que ameaçam a vida. Para ele, se aproximar daquilo que tentamos nos distanciar, em um outro formato, pode causar situações inusitadas e diferenciadas.

Na página do projeto ele se pergunta: o que aconteceria quando colocamos aquelas  ‘coisas’ num dos órgãos mais sensíveis do nosso corpo, a língua? Dor realmente traz prazer? Há alguma boniteza em usar coisas estranhas?

Wei Li

Picolé em formato de cacto

Para Wei Li, os picolés perigosos criam uma experiência sensorial única, desafiando nossos sentidos sensoriais. Antes de experimentar com a língua, as pessoas experimentam com os olhos e com a mente. A ideia de vírus mortais e espinhos de cactos em formato de picolés são suficientes para estimular nossos sentidos, mesmo antes de experimenta-los.

Alguns podem até sugerir que Li esteja diminuindo estigma de algumas doenças como a AIDS, quando as trazem para o íntimo das pessoas, sem nenhum processo de culpa ou de inferiorização. “Será se elas estão tão longe da gente?”, indaga um internauta em um comentário.

Wei Li

Picolé que desafia nossos sentidos

Li desenvolveu formas especiais para cada tipo de picolé. Basicamente a composição dos itens perigosos são inofensivos:  água e açúcar. Mas ele deixa aberto para cada um customizar o vírus que quiser, com os diferentes sabores.

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>